Água de berinjela: veja como fazer e benefícios

Descubra o poder milagroso dessa água!

Comumente usada como acompanhamentos de refeições, ou ainda estrelando pratos principais como uma lasanha, a berinjela traz, na verdade, muitos mais benefícios do que pode parecer. A água de berinjela, além de estimular sua hidratação, ainda pode ajudar eliminar as toxinas do corpo e auxiliar no seu processo de emagrecimento e na perda da gordura corporal.

Água de berinjela com limão.

Além de ajudar na hidratação, a água de berinjela é super nutritiva. (Foto: Divulgação).

VEJA TAMBÉM: Berinjela emagrece ou é mito? Veja dicas e receitas

Os benefícios do consumo da água de berinjela

A grande quantidade de água, fibra, vitaminas, antioxidantes e minerais do legume faz com que ele seja uma ótima fonte de perda de peso e de nutrição para o corpo. Além disso, é ótima para auxiliar quem possui gordura localizada na região abdominal, auxilia no controle de doenças cardiovasculares e dores causadas por artrite, por exemplo. Confira!

1- Controle da diabetes e do colesterol

É cientificamente comprovado que o consumo da água ajuda a reduzir os níveis de colesterol ruim do sangue. A berinjela é rica em ácido clorogênico, que pode ajudar a controlar os picos de glicose do sangue após uma refeição, e também reduz os níveis de colesterol ruim e aumenta os níveis do bom colesterol.

Além disso, o potássio e as vitaminas C e B6 contidas no legume estimulam a circulação sanguínea, impedindo o acúmulo de placas de gordura nas artérias e melhorando a saúde cardiológica em geral.

Existem estudos também que comprovam que o consumo de alimentos que contenham flavonoides, incluindo as antocianinas presentes na berinjela, reduzem em até 34% o risco de morte e de complicações decorrentes de problemas cardíacos e auxiliam no controle da pressão alta.

2 – Ajuda no alívio das dores da artrite reumatoide

O ácido clorogênico (novamente ele) é excelente no tratamento de dores e de inflamações. Além disso, a combinação de vitaminas e minerais presentes na berinjela atua de forma a fortalecer as juntas, cartilagens e os tecidos musculares, uma ótima combinação que resulta na diminuição de dores, da vermelhidão e do inchaço causado pela artrite.

3 – É excelente para derreter a gordura corporal, especialmente a localizada na região abdominal

Esse, com certeza, é o efeito mais conhecido e procurado de quem consome essa água. Isso porque os componentes desse vegetal, em especial aqueles que causam o gosto mais amargo dela, ajudam a promover uma verdadeira faxina no corpo, o que dá à água uma grande propriedade diurética e detoxificante.

Além disso, também estimula o funcionamento do fígado e da vesícula biliar, de forma que a digestão de nosso corpo fica mais eficiente, nosso corpo fica mais limpo e isso favorece o aumento do metabolismo e a queima de gordura.

Essas propriedades fazem com que a água da berinjela seja excelente para te ajudar a reduzir a quantidade de gordura corporal. Aliás, ela é um ótimo aliado de quem perde peso rápido, pois dadas as suas qualidades, ela faz com que o processo de eliminação dos quilos em excesso ocorra de forma mais fácil – desde que, é claro, aliados a uma dieta bastante saudável e a uma rotina de exercícios físicos.

4 – Também é um excelente aliado em dietas de perda de peso

A grande quantidade de fibras e de pectina presentes no legume é responsável por promover uma maior sensação de saciedade quando consumida.

Isso acontece porque as fibras, em contato com a água, “incham”, dando uma sensação de que um maior espaço do estômago é ocupado, o que faz com que você se sinta mais satisfeito por um período maior de tempo, reduzindo a necessidade de comer em intervalos menores.

5 – Alivia problemas de constipação intestinal e de inchaço

Graças ao potássio contido no legume, a berinjela atua como diurético, facilitando a eliminação de toxinas pela urina e faz uma limpeza geral no intestino, reduzindo inchaço, gases e dores abdominais causadas pela má digestão.

Também é excelente para diminuir o inchaço em outras partes do corpo, causado pela retenção de água devido ao consumo excessivo de sódio. Por isso, o consumo dessa água não ajuda só a reduzir a gordura abdominal, como também irá te desinchar, dando uma aparência mais magra e te enchendo de vitalidade.

A berinjela também é rica em pectina, substância que também é encontrada em frutas e que dá a liga para a produção de geleias. A pectina, em contato com o trato digestivo, forma um gel que “gruda” em tudo o que está à sua volta: açúcares, gordura, carboidratos e até proteínas, e elimina tudo isso através das fezes. Por isso ela é ótima para quem sofre de constipação intestinal.

6 – Possui efeitos anticâncer

As antocianinas e o ácido clorogênico possuem efeitos antioxidantes. Isso significa que eles protegem as células dos danos causados por radicais livres, o que previne o crescimento de tumores e o surgimento e a proliferação de células cancerígenas.

O poder anti-inflamatório da berinjela, ainda, previne a formação de novos vasos sanguíneos nos tumores já existentes, pois reduzem a inflamação do local, o que bloqueia o efeito das enzimas que ajudam as células cancerígenas a se espalharem.

7 – Ajuda a melhorar as funções cognitivas cerebrais

Alguns estudos com animais sugerem que as antocianinas presentes na berinjela também atuam como potentes antioxidantes nas células do cérebro, prevenindo as membranas dos neurônios de se romperem pela ação dos radicais livres.

Elas ainda auxiliam a transportar mais nutrientes para as células do cérebro e eliminam seus resíduos mais facilmente, ajudam a prevenir inflamações neurológicas e facilitam a circulação de sangue na região, levando mais oxigênio para as células cerebrais. Resultado? Uma mente mais limpa, a memória e o raciocínio analítico mais afiados e a prevenção de doenças mentais relacionadas à idade avançada.

Como fazer a água de berinjela

A boa notícia é que todos os benefícios dessa bebida são acessíveis a todas as pessoas. Berinjelas são legumes facilmente encontrados em qualquer lugar do país, e são baratos. Existem diversas variedades, como as berinjelas brancas, em formato de ovo, mas a mais comum no Brasil é a alongada, com casca roxa escura.

Observe sempre se a berinjela que você escolheu tem a casca brilhante e lisa, sem furos, nervuras ou rachaduras. A cor deverá ser roxa no legume todo – fuja daquelas que apresentam manchas amarronzadas, é sinal de que já passaram do ponto.

Prefira, ainda, os legumes médios: os maiores são mais fibrosos e possuem muitas sementes e são mais amargos.

Uma berinjela madura é aquela que faz uma pequena marca quando pressionada, e dura de dois a três dias em temperatura ambiente ou na geladeira. Passado esse período, ela começa a murchar e amargar. Se você tiver acesso, prefira as orgânicas, pois não foram expostas a agrotóxicos.

Ingredientes

  • uma berinjela média
  • um litro de água
  • suco de meio limão

Modo de fazer

Lave bem as berinjelas, e corte-as em pequenos pedaços. Não retire a casca! Apesar dela deixar a água mais amarga, é nela que se concentram grandes partes das propriedades do legume. Ferva a água primeiro, e só depois acrescente os pedaços de berinjela nela, com cuidado para não queimarem na panela quente. Cozinhe os pedaços por cerca de 20 a 25 minutos, até eles estarem bem macios.

Desligue o fogo, tampe a panela e deixe a mistura descansar por cerca de uma hora. Em seguida, coe os pedaços de berinjela (que você pode usar em outras receitas) e adicione o suco de limão. Misture bem, e tome toda a água durante o dia, em especial um copo em jejum e um copo cerca de meia hora antes de uma refeição. O ideal é tomar por sete dias seguidos, uma vez por mês, para ter todos os benefícios que ela pode oferecer.

Dica para quem não gosta do gosto amargo

O recomendável é que se utilize na receita o mínimo de ingredientes possível. No entanto, se você tem problemas com o gosto amargo do legume, nem por isso deve deixar de consumir a água e obter todos os seus benefícios.

Nesse caso, um pequeno macete pode te ajudar: antes de cortar a berinjela em cubos, fatie-a e passe sal marinho por toda ela. Deixe tudo descansar por alguns minutos e, quando o sal absorver a cor da berinjela (você vai ver ele ficando arroxeado), lave todas as fatias e remova bem o sal antes de continuar sua receita. Essa técnica ajuda a retirar o amargor e torna a receita mais agradável ao paladar.

Cuidados com as berinjelas

Apesar de todos os benefícios que a berinjela oferece, o consumo do vegetal em grandes quantidades pode trazer alguns efeitos adversos para o corpo humano, em especial se consumidas cruas – motivo pelo qual não se recomenda fazer a água com o legume cru.

Dentre esses efeitos colaterais incluem-se a deficiência de ferro, o surgimento de pedras nos rins devido ao acúmulo de oxalatos, e até causar reações alérgicas, dores de cabeça, diarreias, vômitos e desconfortos intestinais.

Sobre o bichinho da berinjela

Uma das coisas que mais pode assustar os desavisados é encontrar as lagartinhas brancas no meio do legume ao cortá-lo. Para evitar essa surpresa desagradável, tome especial cuidado na seleção dos legumes: se você encontrar furinhos redondinhos na casca, é certeza de que os bichinhos estarão ali.

Só que nem sempre esse cuidado é suficiente, mesmo porque alguns furinhos são bem difíceis de se localizar, devido à cor escura da casca. Se isso não acontecer e você reparar em uma larvinha quando corta o legume, não se desespere; apenas remova com cuidado as partes por que ela passou (ela sempre deixa um rastro de “terrinha”) e utilize o legume normalmente.

Claro que, se houver muitos bichinhos, o ideal é inutilizar o legume. Entretanto, normalmente você consegue facilmente identificá-los. Corte os pedaços com cuidado e investigue. As chances de perder alguma delas reduz bastante. Mas não deixe de tomar a água por conta disso: além de ser fervida, o que irá matar a larva, ela também não faz mal nenhum à saúde e pode ser consumida sem maiores riscos.

Comente