Óleo de coco NÃO emagrece: saiba mais sobre a polêmica

Publicado por Isabella Moretti


Uma pesquisa, realizada pela Associação Brasileira de Nutrição (Abran), descobriu que o óleo de coco não emagrece. Isso mesmo! A produto natural, que por muito tempo foi considerado um “queimador de calorias”, na verdade não tem ação emagrecedora. Saiba mais sobre a polêmica!

Tem gente que toma óleo de coco com café para conseguir emagrecer. (Foto: Divulgação)

Óleo de coco ajuda na perda de peso ou não?

O óleo de coco divide opiniões, especialmente quando se trata da sua ação a favor do emagrecimento. Muitos estudiosos afirmam que o produto é uma grande enganação, pois é extremamente calórico e por isso não ajuda a perder peso. Já alguns pesquisadores acreditam que esse tipo de óleo pode sim ajudar a emagrecer.

Em sua tese de mestrado, a pesquisadora Diuli Cardoso, da UFRJ, afirma que o óleo de coco extravirgem emagrece. Através dos seus estudos, ela descobriu que o alimento tem efeito positivo na redução da circunferência da cintura.

Entre as celebridades, o poder emagrecedor do óleo de coco também é muito popular. Sabrina Sato, Yasmin Brunet e Fernanda Souza são apenas algumas das famosas que gostam de misturar uma colher de óleo de coco no café para dar origem a uma bebida termogênica. Elas afirmam que a mistura estimula o metabolismo, contribui com a sensação de saciedade e melhora o funcionamento do intestino.

Recentemente, no entanto, a Associação Brasileira de Nutrição afirmou que óleo de coco NÃO emagrece.

Abran afirma que óleo de coco não emagrece

Faltam evidências científicas para comprovar os efeitos emagrecedores do óleo de coco. (Foto: Divulgação)

De acordo com a Associação Brasileira de Nutrição, faltam evidências científicas para afirmar que o óleo de coco queima gordura corporal e por isso ajuda a emagrecer. A mesma justificativa também foi apresentada em 2016 pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia e pela Associação Brasileira para Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica.

As três instituições de saúde também não recomendam o uso de óleo de coco no lugar de óleo de cozinha. A substituição deve ser evitada porque o alimento tem grande quantidade de gordura saturada, que, por sua vez, aumenta os níveis de colesterol ruim no organismo e coloca em risco a saúde cardíaca.

Quando consumido em excesso, o óleo de coco pode ser prejudicial para o corpo, por isso é tão importante controlar a quantidade consumida por dia. Os nutricionistas recomendam, no máximo, 1 colher de sopa por dia.

O uso do óleo de coco no preparo de receitas também deve acontecer de forma moderada. Acrescente apenas uma colher de sopa do alimento para preparar bolo, panqueca ou torta.

Benefícios do óleo de coco

O óleo de coco é um aliado do sistema imunológico. (Foto: Divulgação)

Veja a seguir quais são os benefícios comprovados do óleo de coco:

É uma fonte de energia

O óleo de coco, assim como o azeite, ajuda o corpo a produzir mais energia para as atividades metabólicas. Isso é possível porque o alimento é uma poderosa fonte de triglicerídeos.

Fortalece a imunidade

O óleo de coco é rico em ácido láurico, cáprico e caprílico. Essas substâncias combatem os agentes infecciosos, por isso conseguem fortalecer o sistema imunológico. Quem consome uma colher de óleo de coco por dia mantém o corpo protegido contra gripes, coceiras, micoses, dermatite e inflamações.

Faz bem para pele e cabelo

O seu cabelo está quebradiço? A pele sofre com ressecamento? Então experimente incluir o óleo de coco na rotina de beleza. Esse produto tem ação antioxidante e por isso promove a hidratação capilar e dermatológica.

Ajuda na cicatrização

Poucas pessoas sabem, mas o óleo de coco tem uma poderosa ação cicatrizante. Ele ajuda no tratamento de picadas de insetos, queimaduras e até mesmo acne.

O óleo de coco não emagrece, mas oferece muitos outros benefícios para o corpo. Portanto, consuma esse alimento com moderação.




Compartilhe suas ideias! Deixe um comentário...